No último domingo (14), o vereador Alex Chiodi (Solidariedade), presidente da Câmara Municipal de Contagem, na Grande BH, foi preso suspeito de carregar uma arma de fogo sem autorização.  

Alexsander Chiodi Maia foi parado em uma blitz pela Polícia Militar Rodoviária na MG-50, em Mateus Leme e no veículo foi encontrado um revólver. O parlamentar foi liberado após pagar fiança. 

Em nota divulgada pela a assessoria do vereador foi informado que ele mesmo avisou à polícia sobre o porte da arma.  

De acordo com a Polícia, a arma, uma pistola Taurus PT 938, calibre 380, possuía o CRAF (Certificado de Registro de Arma de Fogo), mas o vereador não apresentou o documento que permite o porte da arma.  

Confira na íntegra a nota de Alex Chiodi 

"A respeito da notícia veiculada entre a noite do último domingo e esta segunda-feira, o vereador Alex Chiodi esclarece que estava com a família e amigos retornando do feriado pela rodovia MG-50, na noite deste domingo (14/11), quando foi parado em uma blitz de rotina da Polícia Rodoviária Estadual. 

Imediatamente, comunicou estar em posse de uma arma de sua propriedade, devidamente registrada e legalizada, tendo a apresentado aos policiais voluntariamente no mesmo momento. 

Por não apresentar o documento de autorização de porte, o vereador foi conduzido à delegacia de plantão de Betim, onde a ocorrência foi finalizada e o mesmo liberado. Alex Chiodi permanece à disposição para prestar quaisquer esclarecimentos."