O Governo do Estado, através da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra-MG) e do Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem (DER-MG), publicou no dia 16/12/21 o extrato para execução das obras da ponte sobre o Rio São Francisco, na MG-402, na região Norte.

A esperada ponte será uma das maiores do Estado: mais de 1 quilômetro de extensão (1.120 metros) e 13,8 metros de largura, além de acesso de 3 quilômetros. A estimativa de investimento chega a R$ 113 milhões, parte do acordo com a empresa Vale, que visa reparar os danos (sociais, ambientais e econômicos) decorrentes do rompimento registrado em Brumadinho.

“Com grande alegria, informo que o governo estadual começará a construção da ponte, que ligará São Francisco a Pintópolis, no início do ano, logo após o período chuvoso, a partir da montagem do canteiro de obras e da meta de concluí-las em 24 meses”, ressaltou o deputado Gil Pereira.

“Resultado de muito esforço e da minha luta parlamentar, em parceria com o prefeito de Pintópolis, Ley Lopes, que por várias vezes acompanhou-me em audiências com o secretário de Estado da Seinfra-MG, Fernando Marcato, o diretor-geral do DER-MG, Robson Santana, e o governador Romeu Zema, aos quais agradeço pela justificada prioridade dada à nossa solicitação”, declarou Gil Pereira, para completar: “Mais um sonho que realizamos, graças à forte parceria em defesa do Norte de Minas”.

Benefícios

Desde a abertura da rodovia, a travessia do Velho Chico vem sendo feita por meio de balsas, que dependem das condições climáticas e da capacidade hídrica para a transposição de veículos de carga e de passeio.

Com a construção da ponte, será facilitada a circulação de mercadorias da agropecuária entre o Norte e Noroeste de MG e, também, além do escoamento da produção de Goiás e Mato Grosso, para o Nordeste do país. Outro importante benefício da obra será ampliar o acesso das cidades mineiras ao Distrito Federal, uma vez que, por vias asfaltadas, é preciso passar por Pirapora, João Pinheiro, Paracatu e Unaí.

“A construção de uma ponte com mais de 1 quilômetro não é tarefa fácil. A estrutura tem vão de navegação de 240 metros, outros vãos menores, de 40 metros, e pilares centrais de 15 metros de altura”, explicou o diretor-geral do DER-MG, Robson Santana.

O secretário de Estado da Seinfra-MG, Fernando Marcato, afirmou que os serviços devem começar em 2022, com contratação de pessoal, deslocamento de máquinas e montagem do canteiro de obras. “Nossa meta é concluí-la em 24 meses”, reforçou ele.

Progresso a caminho de Pintópolis

Ao ser novamente recebido (08/09/21) pelo secretário de Estado, Fernando Marcato, ao lado do prefeito de Pintópolis, Ley Lopes, o deputado Gil Pereira destacou outra importante obra vinculada a ser realizada na região: a pavimentação asfáltica da MG-402, entre Urucuia e Pintópolis (73,1 km).

“O governo estadual executará estas duas esperadas obras (ponte e rodovia), que trarão mais desenvolvimento, renda e empregos para todo o Norte de Minas Gerais, especialmente para mais de 233 mil habitantes, em 16 municípios, atendendo aos nossos apelos”, afirmou Gil Pereira, agradecendo o empenho ao secretário Marcado e lembrando que o asfaltamento da estrada é antiga reivindicação regional, pois ligará o Norte e o Noroeste de Minas à região central do país, especialmente a Brasília.

Ao agradecer ao deputado Gil Pereira e ao secretário Fernando Marcato, o prefeito Ley Lopes destacou a importância para a população dos dois sonhos que se tornam realidade: “Sonhos que viram realidade. Obras que vão trazer desenvolvimento, empregos e benefícios para nossa cidade de Pintópolis e toda a região”, declarou o prefeito Ley Lopes.

Corredor de transporte

A ponte que ligará São Francisco a Pintópolis é uma demanda antiga dos moradores da região, que reivindicam a obra desde os anos 1950, época em que Juscelino Kubitschek, ainda candidato ao Governo do Estado, tinha como mote de campanha o binômio “Energia e Transporte”.

A obra, que fica bem próxima da área urbana da cidade de São Francisco, está vinculada à execução da pavimentação do trecho de 73,1 quilômetros entre Urucuia e Pintópolis. Nesta etapa serão investidos R$ 65,5 milhões e a previsão de início dos trabalhos é também no começo do próximo ano, com conclusão no fim de 2023.

“Com o asfaltamento do trecho cria-se um corredor no modal rodoviário que ligará a região Centro-Oeste, passando por cidades mineiras como Unaí, Arinos, Urucuia, Pintópolis, São Francisco, Brasília de Minas, Montes Claros, Francisco Sá e Salinas, até chegar na BR-116, que corta o interior do Nordeste até Fortaleza, no Ceará”, explicou Robson Santana.

 
 
Fonte: Assessoria Dep. Gil Pereira