O grosseiro guru mor da família Bolsonaro, que desconfiava-se viver nos EUA às custas de verbas do orçamento público brasileiro resolveu rodar a baiana. Nesse último fim de semana, ele chamou o presidente Jair Bolsonaro de traidor, covarde e responsável por uma conduta medrosa, além de cometer, junto a generais de sua roda, crimes de prevaricação. A Bolsonaro, em um linguajar que o presidente conhece e usa também com frequência quando quer ofender seus adversários, Olavo de Carvalho ameaçou: “Continue covarde e derrubo essa merda de governo”. Olavo reclamou também do que chamou falta de solidariedade de Bolsonaro e de sua família, acrescentando:  Você presencia o crime em flagrante e não faz nada contra eles. Isso se chama prevaricação. Quer tomar um processo de prevaricação de minha parte? Se esse pessoal não consegue derrubar o seu governo, eu derrubo. Continue covarde e eu derrubo essa merda de governo aconselhado por generais covardes ou vendidos.”