Fontes próximas ao gabinete de Alexandre Kalil se mostram incomodadas com a resistência do prefeito de BH em discutir a flexibilização das regras da quarentena. Milhares de comerciantes e prestadores de serviços já se encontram incapacitados em retomar suas atividades porque não conseguirão pagar as dívidas acumuladas nesse período, decorrentes do fechamento de seus negócios.  Essa realidade vai gerar, ao que muitos dizem, uma resistência ao nome do atual prefeito nas próximas eleições, se esse mantiver sua intenção em se apresentar para renovação de seu mandato. Adversários políticos já se apresentam para discutir junto à sociedade, na verdade junto aos eleitores, a postura assumida por Kalil.