No 4º encontro do Assembleia Fiscaliza, nesta quinta-feira (02/12/21), em Belo Horizonte, parlamentares do Legislativo mineiro ouviram a prestação de contas das forças de segurança e proteção de Minas Gerais, evento promovido pela Comissão de Segurança Pública, com participação das comissões de Defesa dos Direitos da Mulher e de Direitos Humanos.

Foram recebidos o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Edgard Estevo da Silva, e, posteriormente, o comandante da Polícia Militar, coronel Rodrigo Sousa Rodrigues, que abordaram as ações das suas corporações de janeiro a outubro deste ano. Embora reconhecendo as conquistas alcançadas, deputados questionaram sobre ampliação do efetivo policial, repasses ao IPSM, investimentos e melhorias.

Ao reconhecer avanços e benefícios obtidos para os municípios norte-mineiros, sob a coordenação do comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Edgard Estevo, como a implantação dos postos avançados de Bocaiuva e Francisco Sá, o deputado Gil Pereira também cobrou a ampliação da cobertura da corporação, “através do recursos do acordo com a Vale, por exemplo”.

Montes Claros é o segundo entroncamento rodoviário do país, além da grande malha rodoviária na Área Mineira da Sudene, apresentando elevados e tristes índices de acidentes, citou o deputado.

Riscos nas estradas

“Precisamos de mais rapidez no atendimento e equipamentos, devido às ocorrências na BR-251 (Montes Claros-Salinas, passando por Francisco Sá), BR-365 (Montes Claros-Pirapora-Buritizeiro) e BR-135 (Montes Claros até a BR-040, passando por Bocaiuva, Engenheiro Navarro, Joaquim Felício, Buenópolis e Corinto)”, destacou Gil Pereira.

Ao agradecer o apoio recebido pela corporação no Norte de Minas Gerais, através do deputado Gil Pereira, o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Edgard Estevo, anunciou a inauguração de novos postos avançados em Capelinha e Três Marias, em 2022.

Previsão

“No 4º COB, sob liderança do coronel Fernando e do major Darlan, temos previsão de novas unidades de serviço em Taiobeiras, São Francisco, Rio Pardo de Minas, Jaíba, Brasília de Minas, Espinosa, Porteirinha, Várzea da Palma, Minas Novas e Itamarandiba. São os pontos prioritários do 4º Comando Operacional, incluindo postos avançados e brigadas municipais, dependendo de entendimentos positivos com as respectivas prefeituras, além de apoio para ampliação de pessoal”, informou o coronel Edgard Estevo.

PMMG: R$ 60 milhões em emendas parlamentares

O comandante da Polícia Militar, coronel Rodrigo Rodrigues, destacou o aporte de R$ 59,9 milhões destinados à área de segurança por meio de emendas parlamentares da Assembleia Legislativa (2019-2021), além de recursos oriundos do acordo judicial firmado com a mineradora Vale, por reparação de danos provocados em Brumadinho.

“Foi reduzido o recurso para investimento do Estado, mas através do acordo com a Vale e das emendas, estamos sendo fortalecidos”, frisou ele, em fala semelhante à do comandante do Corpo de Bombeiros.

Ao enaltecer o trabalho competente da Polícia Militar, além da beleza das apresentações das suas bandas musicais, o deputado Gil Pereira ressaltou a homenagem prestada pela Câmara Municipal de Montes Claros, por indicação do vereador Marcos Nem, ao coronel PM Giovane Rodrigues de Oliveira:

“Sua trajetória de vida exemplar motivou o recebimento do Título de Cidadão Benemérito, que será concedido também ao coronel Wanderlúcio, no próximo dia 08, que nos representa muito bem na Regional de Montes Claros (Norte de MG). Estarei presente também para homenageá-lo em nome de toda a valorosa corporação”, declarou o deputado Gil Pereira.

“Ao longo da minha vida parlamentar, sempre atuei em parceria com a Polícia Militar, a Civil e o Corpo de Bombeiros. Através de emendas parlamentares, para modernização das frotas, dos equipamentos, construções, reformas e diversas outras demandas”, salientou Gil Pereira.

Criminalidade em queda

O comandante da PMMG destacou, dentre outros números, que a taxa de homicídios consumados em Minas caiu 45,12% de 2016 a 2021, tendo sido de 75,38% a queda na taxa de crimes violentos no mesmo período.

Com esse desempenho, o coronel destacou que o Estado saiu da terceira posição, em 2019, para ocupar o primeiro lugar no ranking nacional em redução de crimes violentos.

Ele ainda frisou que cerca de 11 mil veículos e 20 mil armas foram apreendidas pela PM este ano e que, na segurança rural, foram realizadas 35.710 operações, com 150 prisões por crimes violentos, 327 por furto, tendo sido cumpridos 651 mandados, entre prisões e apreensões.

 

 

Fonte: Assessoria de Imprensa - Gil Pereira  - Deputado Estadual (PSD-MG)