O Presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais – Alemg, Deputado Agostinho Patrus (PV), manifestou, em sessão solene no dia de hoje 10 de março de 2021, total indignação contra uma “casta” de 500 privilegiados, que sigilosamente se antecipou aos grupos de riscos e prioritários e se vacinou contra a Covid-19, em local isolado e longe dos órgãos de imprensa.

O Secretário Estadual da Saúde, Carlos Eduardo Amaral, o qual não se constrangeu em afirmar que fora imunizado, foi um dos principais alvos daquela manifestação fervorosa do Deputado Agostinho Patrus e de uma possível CPI a ser instalada em breve.

Para que tal ocorra, os demais deputados da Alemg já estão colhendo as assinaturas para instaurar uma Comissão Parlamentar de Inquérito e promover uma severa investigação, para apurar a suspeita de que um grupo privilegiado de pessoas teria furado a fila da vacinação, em detrimento dos grupos de riscos estabelecidos no Plano de Vacinação do Governo do Estado.

Os Deputados João Vitor Xavier (Cidadania), Cássio Soares (PSD) e Ulysses Gomes (PT) foram os primeiros a assinar tal requerimento.

Confira no vídeo a seguir a manifestação do Presidente da Alemg: