O presidente Jair Bolsonaro (PL), disse nesta quarta-feira (19), que está suspenso o reajuste salarial prometido para policiais federais (PF), rodoviários federais (PRF) e funcionários do Departamento Penitenciário Nacional (Depen). 

O aumento, que tinha como intenção privilegiar a categoria e reconquistar apoio, era uma promessa feita pelo chefe do executivo em dezembro de 2021. A informação foi dada pelo presidente em entrevista à Jovem Pan News TV.  

A proposta de aumentar o salário apenas dos servidores da segurança causou grande reação em outras categorias. Nesta terça-feira (18), servidores organizaram uma manifestação e não descartam a possibilidade de uma greve nas próximas semanas. 

Durante a entrevista, Bolsonaro informou que a decisão ainda está sendo avaliada e que todos os servidores serão contemplados em 2023, “com um merecido ajuste”.  

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão (PRTB), já havia informado no início da semana que não há espaço no orçamento para a concessão de reajustes salariais a servidores.