Nesta terça-feira (14), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), a primeira-dama, Michele Bolsonaro e o filho do presidente, o senador Flávio Bolsonaro, (Republicanos-RJ), receberam o prêmio Marechal Rondon de Comunicações, criado pelo próprio governo. 

Além da família Bolsonaro, outros 12 ministros do estado, parlamentares e funcionários do governo e de estatais também foram agraciados com a premiação. Entre os ganhadores estão Onyx Lorenzoni (Cidadania), Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos) e Marcelo Queiroga (Saúde).  

O prêmio foi criado em abril deste ano com o intuito de homenagear personalidades que ajudam no avanço das telecomunicações no país. Durante a entrega, não houve detalhes sobre como foi feita a seleção dos premiados.  

O senador Rodrigo Pacheco (DEM-MG), também recebeu a homenagem, além de Arthur Lira (PP-AL), deputado federal e presidente da Câmara.  

“Esse prêmio é um reconhecimento a todos vocês pela colaboração com o governo e com o Brasil” disse o presidente durante o evento.  

No total, 44 pessoas receberam o agrado. A homenagem tem previsão para acontecer anualmente e pretende premiar campanhas, programas, movimentos de cunho social, civis ou militares.