Nesta segunda-feira (19) um dos apoiadores de Jair Messias Bolsonaro (sem partido) perguntou ao presidente sobre a obrigatoriedade da vacina contra a covid-19. O presidente afirmou que não será obrigatória, pois, segundo ele a legislação não prevê vacinação compulsória.

A resposta do presidente é diferente da dita por João Doria (PSDB). O governador de São Paulo disse que a vacina, em seu estado, será sim obrigatória, ressalvo apenas pessoas que precisem de restrição.

Ainda segundo o presidente, a vacina precisa primeiramente ser testada em massa no país de onde ela vem, e depois oferecer aos outros países. Além disso, o presidente informou que a vacina precisa de comprovação cientifica, contudo, Bolsonaro nunca antes observou esta necessidade com relação a hidroxicloroquina.

A Coronavac e a Sinovac são as vacinas que estão em seus últimos testes, e a Sinovac, já está sendo aplicada em seu país de origem.