Na última segunda-feira (11), o presidente Jair Messias Bolsonaro (sem partido), citou o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), quando conversava com seus apoiadores na porta do Palácio da Alvorada, em Brasília.  

Bolsonaro, culpou os decretos de fechamento do comércio pelo alto desemprego no país, e afirmou que a situação econômica não vai bem. 

"Quem é que roubou o emprego de vocês aqui? Fui eu? Eu fechei alguma coisa? Não fechei nada. Fecharam tudo, e agora estou vendo alguns prefeitos fechando novamente restaurantes e bares, como o de Belo Horizonte. Fechando para quê?” 

De acordo com a PBH, as medidas de restrição no comércio, foram tomadas, novamente, devido ao aumento no número de casos de Covid-19 na capital.  

Ontem, dia em que o presidente realizou este discurso, Belo Horizonte registrou 70.223 pessoas confirmadas com o vírus, 4.559 em acompanhamento, e 1.956 óbitos.