O mês de outubro têm sido o mais chuvoso de Belo Horizonte dos últimos 11 anos. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), do início do mês até hoje 186 mm de chuva já caiu na capital mineira. 

As chuvas da última segunda-feira (18), causaram muitos estragos na cidade. O Corpo de Bombeiros de Minas Gerais precisou atender demandas de enchentes e desabamentos em várias regiões da capital.  

Na região Noroeste, o bairro Padre Eustáquio registrou a queda de um poste que bloqueou o trânsito e no bairro Coração Eucarístico um início de inundação assustou os moradores.  

O Hospital Alberto Cavalcanti, também no Padre Eustáquio, teve infiltrações em partes isoladas do hospital e precisou de readequações par continuar os atendimentos. 

Na região Oeste, a Avenida Francisco Sá ficou completamente alegada.  

A cidade de Ouro Preto, na região Central de Minas, também registrou estragos. O distrito de Amarantina sofreu com a elevação do rio Maracujá e acabou afetando resistências e algumas vias. A Prefeitura da cidade decretou situação de emergência após o temporal.  

A previsão indica mais chuva para os próximos dias no estado. O acumulado de chuvas pode alcançar até 100mm/dia. Os ventos também prometem ser intensos podendo chegar a 100 km/h.