O Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), o Sebrae-MG e o Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) assinaram, nessa última  terça-feira (3), convênio - entre o IMA e o Consórcio Intermunicipal Multissetorial do Médio Piracicaba (Consmepi) - que permitirá troca de experiências, apoio e informações na área de inspeção e fiscalização de produtos de origem animal.

Representando o governador Romeu Zema, o documento foi assinado pela secretária de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Ana Valentini, e pelo diretor-geral do IMA, Thales Fernandes.

Com o convênio, produtores rurais poderão se adequar às exigências sanitárias regulamentadas, garantindo qualidade e menos risco sanitário no processo de produção. A expectativa é que diversas agroindústrias no estado sejam beneficiadas, principalmente com aumento da competitividade e ampliação da área de comercialização dos produtos.

A secretária de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Ana Valentini, destaca que a iniciativa vai gerar avanços à comercialização de produtos no estado. “O consórcio nos enche de esperança, pois vamos trazer mais agilidade para a produção e a comercialização de produtos de origem animal em Minas. E vamos avançar mais no que se refere à importância da liberdade econômica, do empreendedorismo e das parceiras”, sinaliza.
 
O diretor-geral do IMA, Thales Fernandes, ressalta a importância da orientação e a capacitação de gestores públicos sobre a legislação atualizada, que trata das questões de inspeção e fiscalização e sua aplicação em áreas consorciadas. 

“O consórcio entre o IMA e Conmsmepi é um marco para a Inspeção de produtos de origem animal em Minas Gerais. É imprescindível uma descentralização do estado nas ações de inspeção de produtos, viabilizando parcerias sérias e responsáveis, para que tenhamos sucesso na implementação dos consórcios públicos e, consequentemente, tirar da informalidade várias agroindústrias distribuídas no estado”, analisa Thales Fernandes.

O diretor-geral reforça, ainda, que haverá mais segurança sanitária nas regiões, uma vez que os consórcios públicos possuirão estrutura e pessoal preparados para a execução do serviço de inspeção de produtos. “Assim, produtores rurais poderão se adequar às exigências sanitárias regulamentadas, garantindo qualidade e menos risco sanitário no processo de produção”, afirma.

O prefeito de Santa Bárbara e presidente do Consmepi, Leris Braga, aponta que esta é uma grande oportunidade para o município, justamente por representar uma solução para a comercialização de produtos.

“O que gera uma política de desenvolvimento econômica mais fortalecida e mais próxima do cidadão, estimulando a capacidade de estar mais próxima do cidadão e dos produtores. A iniciativa aumenta a renda e fomenta a empregabilidade de toda a cadeia produtiva das agroindústrias. Como política pública estabelecida, o convênio vai trazer diversas oportunidades para produtores e cidadãos, proporcionando também aos consumidores o acesso a produtos mineiros diferenciados que expressam a cultura de nosso estado”, disse.

 

Fonte: Agência Minas

Imagem: Google