O governo de Minas Gerais deu início ao Arte Salva para manter a riqueza da cultura e do turismo forte neste período de confinamento provocado pela pandemia do coronavírus. A Rede Minas, que tem como algumas de suas principais premissas esses setores, dá início a diversas iniciativas para promover e fortalecer a arte.  A partir deste mês, o público confere programas, reportagens especiais e produções audiovisuais, entre outras novidades. 

Já na próxima semana, o público confere nos intervalos da Rede Minas as mais diversas manifestações populares mineiras que dão identidade ao estado. Na programação, festas que se tornaram patrimônio, como o congado e a Folia de Reis. A arte e seus protagonistas também marcam presença na interprogramação, que mostra desde o trabalho de artistas e grupos aos produtores e realizadores que fomentam a economia criativa mineira.  

A Rede Minas ainda traz o trabalho de importantes instituições do governo na programação, como Fundação Clóvis Salgado, Iepha e Orquestra Filarmônica de Minas Gerais. O público confere reportagens a apresentações produzidas dentro e fora dessas organizações, trazendo o universo da dança, música e a arte para a TV. O patrimônio tem lugar de honra. A emissora exibe filmes documentais que mostram a riqueza material e imaterial do estado.

Essas são algumas das iniciativas da Rede Minas do movimento Arte Salva na Rede Minas. Em breve, a emissora anuncia outras novidades.

 

Acesse as Redes Sociais:
www.redeminas.tv 
facebook.com/redeminastv
instagram.com/redeminastv
twitter.com/redeminas
youtube.com/redeminas