Um projeto inovador do Shopping Cidade que trouxe suporte aos lojistas durante a pandemia da Covid-19, um dos períodos mais complicados da história mundial, permanece fazendo a diferença, principalmente, para os pequenos negócios do mall. Trata-se do Lab Cidade, que agora também é finalista do Prêmio Abrasce, que reconhece os melhores projetos desenvolvidos por filiados da Associação Brasileira de Shopping Centers.

Atualmente, a maior parte dos lojistas que completam as vastas opções dos clientes no varejo são de marcas independentes ou pequenos franqueados, isto é, empreendedores que possuem menos recursos para se adaptar às mudanças impostas pelo mercado. Diante do cenário desafiador deixado pela crise sanitária, surgiu a ideia de acolher esses lojistas com uma infraestrutura completa. Segundo o gerente da Loja do Galo, unidade sediado no mall do Centro de Bêagá, Rafael Almeida, ter acesso a equipamentos de fotografia profissionais para conseguir alavancar as vendas, por exemplo, era um dos maiores desafios. “As redes sociais hoje são nosso cartão de visita. Só que na loja, não temos materiais necessários e a gente acaba fazendo fotos de forma amadora”, afirma. 

Assim, em maio de 2021 nasceu o Lab Cidade. O projeto chegou para atender as principais demandas dos lojistas, como espaço para auxiliar no engajamento da equipe, tirar fotos e produzir conteúdo. Foi construído um ambiente físico inspirador de 214m², divido entre o hall, que conta com espaço de convivência, ambiente de descompressão, piscina de bolinhas e cenários instagramáveis; a sala Clicks, onde fica o estúdio fotográfico completo; e a sala Loading, voltada para realização de reuniões, treinamentos, entrevistas e networking.

Enquanto as verbas para programas de apoio aos lojistas não costumam chegar a 1% do orçamento dos Fundos de Promoção e Propaganda (FPP) dos shoppings centers, segundo Luiz Alberto Marinho, sócio-diretor da Gouvêa Malls e consultor especializado em varejo e centros comerciais, o Shopping Cidade destina 20% da verba do fundo para esse fim. Toda a construção do Lab Cidade foi viabilizada por 2% do orçamento do FPP. Além disso, o espaço físico estava desativado e sem uso para o empreendimento, sendo a maior parte da reforma realizada por meio de mão de obra e recursos próprios do Shopping, como os projetos arquitetos e de design, e até alguns equipamentos, mobiliários e objetos de decoração, que foram reaproveitados de ações e eventos anteriores do Shopping Cidade e restaurados. Tudo isso, para otimizar os custos, mas sem perder a qualidade, direcionando os maiores esforços para o que realmente importa: as vendas das lojas.

Mais que apenas um espaço, o Lab Cidade foi pensado para se tornar um laboratório de transformação, conexão e geração de oportunidades aos lojistas, composto por uma equipe multidisciplinar, focada em oferecer consultorias e experiências positiva aos lojistas nos resultados do negócio, é o que detalha a superintendente do Shopping, Luciane Starling. “O nosso laboratório de geração de oportunidades é um ambiente completo para desenvolver soluções para os mais complexos desafios enfrentados nesse novo momento. E o melhor: de forma gratuita”, diz. Afinal, muito se fala sobre a importância dos consumidores para os shoppings, quando na verdade, os lojistas são tão importantes quanto, uma vez que, sem eles, o público não frequentaria esses espaços.

Outro braço fundamental é o analista de relacionamento com foco em lojistas, profissional designado para implementação desses pilares. Responsável por estudar a jornada do lojista, desde a captação e fechamento do contrato, perpassando aos canais de venda e divulgação de informação, até ao suporte das demandas diárias da operação, ele atua na melhoria da experiência em todos os pontos de contato deste empresário com a administração do shopping, oferecendo suporte para as demandas do dia a dia. Atuando de forma estratégica, é quem articula ações e promove consultorias em formatos pockets de marketing, design, redes sociais, visual merchandising, atendimento, omnicanalidade e gestão. “É ele quem desenvolve programas de capacitação e profissionalização, propondo soluções individualizadas para os desafios enfrentados pelos lojistas, tudo sempre atrelado a pesquisas e treinamentos constantes sobre o novo formato do varejo”, explica.

Colhendo frutos

Após um ano de implantação, os resultados são surpreendentes: as vendas cresceram em média 25% nas lojas que receberam a consultoria do Lab Cidade. Além disso, 100% dos lojistas declararam estar muito satisfeitos ou satisfeitos com os serviços e 91% confirmaram a contribuição do programa para alavancar seus resultados.

Para a gerente de marketing do Cidade, Marcela Castro, o espaço atende às principais necessidades relatadas pelos lojistas, por isso, os resultados têm sido significativos. “Agora, eles têm à disposição um espaço físico devidamente equipado para realizar todas as suas principais demandas. Além de um profissional – o analista de relacionamento com foco nos lojistas – dedicado a promover pílulas de consultoria particulares, ou seja, identificar problemas e sugerir soluções individualizadas para os desafios enfrentados por cada um”.

Um dos cases do Lab Cidade é a Foto Já, loja de produtos fotográficos e presentes personalizados. Sofrendo o impacto da pandemia, o negócio apresentou queda drástica nas vendas. A partir do apoio do laboratório, foi criado um plano de divulgação gratuito, com postagens nas redes sociais do Shopping e cessão de espaços de mídia.

Em março e abril deste ano, as vendas da loja já haviam crescido, em média, 19% em relação aos meses anteriores à consultoria. A proprietária da Foto Já, Roberta Albernaz, avalia que o apoio do projeto, que conta com pessoas capacitadas para entender as dificuldades dos lojistas, é fundamental. “Os espaços do Lab são ferramentas muito importantes que nos permitem, de forma acessível e descomplicada, melhorar a divulgação dos nossos produtos e serviços e nos trouxe muita motivação, principalmente para os nossos colaboradores que se identificaram imediatamente, porque é um ambiente moderno, jovem e criativo. Costumo dizer que agora temos um espaço para nos reunir, inspirador e que exala criatividade. Eu sou uma entusiasta desse projeto”, destaca.

A franquia da Usaflex no Shopping Cidade também vem colhendo bons frutos da parceria. Com redução de cerca de 70% nas vendas em relação ao período pré-pandemia, já que os principais clientes eram idosos e ficaram restritos a saírem com a chegada do coronavírus, era necessário melhorar alguns pontos para atrair e fidelizar novos clientes, como o atendimento. Foi realizado, então, um plano de divulgação baseado em tendências e influenciadores digitais, além de treinamentos e reuniões da nova equipe contratada no ambiente do Lab.

“Esses espaços disponibilizados pelo projeto possibilitam que equipe trace estratégias para o melhor desempenho da loja. A parte de filmagens está sendo ótima também, porque hoje tudo é o digital. O digital é o futuro”, afirma Cristiane Dornelas, gerente da Usaflex. Ela aponta, ainda, que o projeto teve papel essencial para os resultados do negócio. Houve aumento consecutivo nas vendas, comparando com os meses anteriores: 83% em fevereiro; 77% em março; e 31% em abril. Além disso, em abril, a loja cresceu 11% em relação ao período pré-pandemia.

Pioneirismo

O Lab Cidade é um programa pioneiro no mercado, pois além de oferecer espaço físico exclusivo para atender às demandas dos varejistas, disponibiliza ainda equipe, ferramentas e serviços de forma gratuita para ajudá-los. Estar entre os finalistas de uma premiação tão relevante quanto a da Abrasce, que acontece na próxima quarta-feira (22), para Marcela Castro, gerente de marketing do shopping, apenas reforça o tamanho do impacto do laboratório na transformação dos negócios locais.

“Mesmo sendo um Shopping independente, por meio do nosso engajamento e entendimento acerca da importância dos lojistas para o empreendimento, conseguimos criar uma solução pioneira em um mercado tão amplo. Neste ano, foram 285 inscritos para o prêmio da Abrasce, recorde de cases. Estar entre os finalistas já é um grande reconhecimento de que estamos alocando recursos para a causa certa, a fim de fortalecer ainda mais as pessoas que movem a economia do país”, ressalta Marcela.

A iniciativa pioneira é reconhecida, inclusive, pelos lojistas participantes, como o gerente da World Tennis, Igor Garcia. “Nunca vi serviços como esses em outros shoppings que já trabalhei. Após a criação do Lab, já sinto melhoria nas vendas”, declara.

A tendência é de que o projeto siga crescendo e estreite ainda mais os laços entre o Shopping Cidade e os lojistas. “O Lab Cidade trouxe resultados rápidos e assertivos, que são percebidos não somente nas vendas, como também na confiança dos lojistas no empreendimento. Nossas campanhas tornaram-se mais engajadas, tivemos bons feedbacks e um aumento na procura para utilização dos serviços e espaços. Assim, pretendemos ampliar ainda mais essa parceria, sendo referência quando o assunto é apoio aos lojistas”, finaliza a superintendente do Cidade, Luciana Starling. 

 

 

Fonte: Vinicius | Press & Co.