Um jovem de 25 anos, natural de Paracatu, no interior de Minas Gerais se tornou o primeiro brasileiro negro a se formar em Havard. Arthur Abrantes, de 25 anos, sempre foi estudante de escola pública e após passar no processo seletivo do Instituto Federal Triângulo Mineiro durante o ensino médio, o sonho de estudar fora do Brasil começou a crescer.  

Após muita dedicação, Arthur se inscreveu no processo seletivo de 12 universidades norte-americanas. Além de Havard, o estudante também passou em Stanford e outras cinco instituições de ensino. 

 “Semana passada, eu me tornei o primeiro brasileiro negro a se formar em Harvard College. Eu dedico essa conquista ao meu pai, Wariston Abrantes, que faleceu no meu segundo ano. Meu pai não teve as mesmas oportunidades que eu tive, mas abriu o caminho para mim. Obrigado, papai! Saudades”, escreveu ele no Instagram comemorando a vitória.  

Wariston Abrantes faleceu em 2018, em um acidente de carro, quando Arthur estava no segundo ano da graduação. 

O jovem se formou em computação, psicologia e francês. Arthur criou um projeto no Instagram em que explica sua experiência em Havard e dá dicas de como se preparar para o exame.