Em entrevista à rádio CBN, nesta terça-feira (12), o prefeito Alexandre Kalil (PSD), informou que Belo Horizonte realizará o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), mesmo com a cidade na fase zero. Contudo, é necessário aguardar para a confirmação da realização da prova, que pode ser suspensa. 

A data marcada para o exame são os dias 17 e 24 de janeiro, de acordo com o governo federal.  

Apesar de demonstrar preocupação com os impactos que a movimentação devido a prova pode causar na cidade, o prefeito informou que, no que cabe ao Executivo municipal, a prefeitura pretende colaborar. 

“A única parte de responsabilidade do município, porque nem prédios municipais foram solicitados para esse ano no Enem em Belo Horizonte, é o transporte público. Nós vamos colocar o transporte público à disposição, não queremos prejudicar ninguém” afirmou. 

Kalil completou que, apesar da preocupação, acredita que o governo tomará todas as medidas necessárias para que tudo aconteça de maneira segura “Me preocupo, mas acredito que o governo federal deve ter tomado todas as precauções necessárias para que seja feito da forma mais segura possível” 

Volta às aulas 

Na mesma entrevista o prefeito destacou que às aulas da rede municipal na capital mineira permanecem sem previsão de retorno. “Nós estamos com as escolas preparadas, com o plano pedagógico preparado, tanto o plano de segurança quanto o plano pedagógico. Mas agora não é hora de voltar escola e Belo Horizonte não pensa nisso agora” disse. “A gente tem que fazer o que é certo. Não deu certo em lugar nenhum do mundo – e quando deu, foi meia-boca e foi preciso voltar atrás. Não há motivo para copiar coisa errada” completou.