No último sábado (20), uma criança de cinco anos, foi morta por outra, de quatro anos, após um disparo acidental de arma de fogo, na cidade de João Pinheiro, região Noroeste de Minas Gerais. 

A criança de quatro anos encontrou a arma do avô e acabou atirando na garota de cinco, que foi atingida no tórax e não resistiu. O avô da criança que efetuou o disparo, era também pai da menina que faleceu.  

Familiares contaram à polícia que estavam em casa quando ouviram um barulho alto vindo da sala. Ao chegarem no local, a garotinha estava caída no chão e a criança de quatro anos estava segurando uma arma calibre 38. 

A menina já chegou sem vida ao hospital.  

O pai, informou que a arma ficava guardada em uma gaveta, em um quarto que sempre ficou trancado, e disse não entender como o neto conseguiu entrar.  

A polícia foi até o local e, além da arma calibre 38, encontraram outra arma calibre 22. Também foram recolhidos cartuchos. 

O homem precisou de atendimento médico após a notícia, devido a alteração na pressão arterial. 

A criança que efetuou o disparo terá acompanhamento psicológico.