Com o objetivo de conectar jovens a oportunidades de emprego, o Coletivo Jovem, realizado pelo Instituto Coca-Cola Brasil em parceria com a Coca-Cola FEMSA Brasil, inicia mais um ciclo de capacitação e desenvolvimento profissional em Itabirito. Dessa vez, em função da pandemia de Covid-19, as aulas terão novo formato e serão exclusivamente em ambiente virtual. O curso é gratuito e as vagas são limitadas. Para participar, o candidato deve se inscrever pelo link bit.ly/3cEm2Dn.

A iniciativa, promovida em Itabirito com o apoio da Adesita (Agência de Desenvolvimento Econômico de Itabirito), tem como objetivo capacitar jovens entre 16 e 25 anos, moradores de comunidades de baixa renda, que estão cursando ou já concluíram o Ensino Médio, conectando-os ao primeiro emprego. O novo formato do programa contará com videoaulas duas vezes por semana e atividades enviadas aos jovens pelo WhatsApp. A programação também inclui atividades complementares e opcionais, como lives no Instagram, com a participação de voluntários do programa Kolabora, da Coca-Cola FEMSA Brasil. "No contexto atual de pandemia, infelizmente, não conseguimos promover as aulas presenciais. Por isso, pensamos em um formato dinâmico, com o uso de multicanais, para continuarmos presentes na vida dos jovens. O uso do WhatsApp, por exemplo, é um importante recurso, pois eles têm familiaridade com o aplicativo de mensagens e isso possibilita uma maior inclusão", explica Ana Paula Santos, educadora social do Coletivo Jovem.

 A capacitação terá início no dia 19 de outubro e será realizada até o dia 3 de dezembro. Segundo Ana Paula, a metodologia do curso promove o desenvolvimento socioemocional dos jovens, garantindo que suas escolhas profissionais sejam tomadas de maneira planejada. "Durante o programa, o participante é convidado a pensar no seu plano de vida, por meio de aulas que abordam o perfil profissional, imagem no ambiente de trabalho, planejamento financeiro, entre outros temas", declara a educadora social. As atividades serão acompanhadas por tutores e educadores do Coletivo Jovem e, no final do curso, os jovens terão uma formatura on-line e recebem um certificado. Para receber a certificação, os participantes devem cumprir 70% das atividades. 

Empregabilidade do Coletivo Jovem

Em Itabirito, o Coletivo Jovem, que normalmente é realizado quatro vezes ao ano, teve início em 2018 e já formou 664 alunos. Mesmo diante da pandemia de Covid-19, o programa garantiu a inserção de 10 jovens no mercado de trabalho, contratados para atuar na fábrica da Coca-Cola FEMSA Brasil em Itabirito. "Readaptar nosso trabalho foi um grande desafio; inclusive, essa é a primeira turma que estamos abrindo na pandemia. Nosso plano é estarmos preparados para voltar a ofertar nossa modalidade presencial, quando possível, para oferecer oportunidades também aos jovens que não tem acesso à tecnologia", complementa Ana Paula Santos.

 Com o certificado em mãos, todos podem ser encaminhados para participação em processos seletivos de grandes empresas parceiras do projeto, além das fábricas da Coca-Cola Brasil. Esse é o caso de Gleyciane Cândida de Oliveira Braga, contratada em junho para trabalhar como auxiliar administrativo no ambulatório da fábrica da Coca-Cola FEMSA Brasil em Itabirito. "Fiquei muito feliz com a notícia, ainda mais para trabalhar próximo a uma área que eu pretendo exercer, que é a enfermagem; assim, já vou aprendendo sobre o setor", conta. Ela revela que se surpreendeu com o quanto conseguiu aprender nas aulas do Coletivo Jovem. "Cheguei no programa com poucas esperanças; por serem só dois meses, achei que não seria possível desenvolver tanto, mas me surpreendi. Eu evoluí bastante, nesse período, em questão de comunicação, oratória, como se comportar no ambiente de trabalho, além de entender melhor o que eu quero para o meu futuro profissional", conta.

 "O Coletivo é muito importante para a inserção no mercado de trabalho e inclusão social dos jovens de Itabirito", afirma a gerente de Comunicação e Sustentabilidade da Coca-Cola FEMSA Brasil, Wanessa Scabora. Ela destaca que o programa reforça o compromisso da empresa, que é baseado em três grandes pilares: Nossa Gente, Nossa Comunidade e Nosso Planeta, com a visão de transformar positivamente as comunidades. 

Sobre a Coca-Cola FEMSA Brasil

Coca-Cola FEMSA, S.A.B. de C.V. é a maior engarrafadora de produtos Coca-Cola do mundo em volume de vendas. A empresa produz e distribui bebidas sob as marcas registradas da The Coca-Cola Company, oferecendo um amplo portfólio de 129 marcas para mais de 261 milhões de consumidores todos os dias. Com mais de 80 mil funcionários, a empresa comercializa e vende aproximadamente 3,4 bilhões de caixas unitárias por meio de quase 2 milhões de pontos de venda por ano. Operando em 49 unidades fabris e 268 centros de distribuição, a Coca-Cola FEMSA está comprometida com a geração de valor econômico, social e ambiental para todos os seus stakeholders em toda a cadeia de valor.

A companhia é membro do Índice Dow Jones de Sustentabilidade de Mercados Emergentes, do Índice Dow Jones MILA Pacific Alliance de Sustentabilidade, FTSE4Good Emerging Index e do índice S&P/ BMV total México ESG, entre outros. Suas operações cobrem territórios no México, Brasil, Guatemala, Colômbia, Argentina e, em nível nacional, na Costa Rica, Nicarágua, Panamá, Uruguai e Venezuela por meio de seu investimento na KOF Venezuela. Para mais informações visite www.coca-colafemsa.com.

 No Brasil, a empresa está presente como Coca-Cola FEMSA Brasil em 48% do território nacional, empregando cerca de 20 mil funcionários e atendendo mais de 88 milhões de consumidores, distribuídos nos estados de São Paulo, Paraná, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e em parte do estado de Goiás. No Brasil, são 10 fábricas, 41 centros de distribuição, 23 Cross Dockings e 21 Cross Trucks, sendo a unidade de Jundiaí (SP) a maior do sistema Coca-Cola no mundo em volume de produção.

 

 

 

Fonte: Interface Comunicação