O auxílio emergencial começa a ser pago nesta terça-feira (06), aos brasileiros. O valor será entregue em quatro parcelas que podem variar entre R$ 150 R$ 250 e R$ 375.  

Pessoas que moram sozinhas podem receber R$150, famílias chefiadas por mulher R$375 e R$250 para famílias não chefiadas por mulheres. Apenas uma pessoa por família pode receber o benefício.   

Para receber o valor, não é necessário cadastro. Serão analisados os cadastrados já realizados ano passado, e caso o solicitante atenda as exigências receberá o valor automaticamente. 

Quem pode receber o benefício:  

  • ser trabalhador informal ou beneficiário do Bolsa Família   

  • ter renda familiar mensal de até três salários mínimos (R$ 3.300)  

  • ter renda familiar por pessoa de até meio salário mínimo (R$ 550)   

  • ter recebido o auxílio emergencial em 2020  

  • rendimento tributável máximo de R$ 28.559,70 em 2019  

Quem não pode receber:  

  • trabalhadores com carteira assinada   

  • quem recebe benefício do INSS ou de programa de transferência de renda federal quem recebeu o auxílio em 2020, mas não usou o dinheiro  

  • quem estiver com auxílio emergencial 2020 cancelado no momento da análise cadastral do novo auxílio   

  • residentes médicos, multiprofissionais, beneficiários de bolsas de estudo, estagiários e similares pessoas com menos de 18 anos, exceto mães adolescentes  

  • Presidiários em regime fechado