O Projeto Montes Verdes permitiu que a Secretaria do Meio Ambiente e quatro unidades do Exército Brasileiro – instaladas em Belo Horizonte – realizassem o plantio de espécies nativas de Mata Atlântica e Cerrado em áreas verdes públicas que sofreram algum tipo de degradação. Desde 2018, um total de 2.915 mudas foram plantadas em áreas administradas pelo Exército nas regionais Oeste  e Pampulha, gerando uma economia de cerca de R$ 250 mil aos cofres públicos.

Participaram da ação conjunta a 4ª Região Militar, o Centro Preparatório de Oficiais da Reserva e Colégio Militar de Belo Horizonte (CPOR/CMBH, o 12º Batalhão de Infantaria Leve Centro de Instrução e Treinamento Treme Terra (12º BIL /CITT) e a 4ª Companhia de Comunicações Leve (4ª CIACOM). Os plantios foram executados pelas unidades do Exército Brasileiro, que também forneceram apoio logístico.

Além do fornecimento de mudas, o Projeto Monte Verdes oferece apoio técnico para a seleção das áreas e espécies a serem utilizadas além do treinamento para a inteira condução dos plantios.

Segundo o Major Elivelton Vilela, um dos responsáveis pela condução dos trabalhos no CPOR, a instituição tem grande interesse na revegetação e ampliação das áreas verdes que são úteis, tanto para o desenvolvimento de atividades ambientais junto aos alunos do Colégio Militar e do Centro Preparatório de Oficiais da Reserva, quanto para o treinamento de pessoal.

Desde 2018 estão sendo plantadas espécies oriundas da Mata Atlântica, tais como jacarandá, sibipiruna, pitangueira, pau-ferro, escova de macaco, ipês, ingás entre outras.

De acordo com o engenheiro Wanderson Marinho, um dos coordenadores do Projeto Montes Verdes, a importância da participação do Exército Brasileiro nas ações de revegetação de áreas verdes decorre do interesse e envolvimento da instituição pública e, também, do fato de que as áreas escolhidas são contíguas a outras áreas verdes municipais e federais, criando continuidade da cobertura vegetal nas regiões atendidas.

“Futuramente isso ampliará o benefício dessas áreas para as comunidades vizinhas, por meio de maior retenção de águas pluviais, criação de microclimas com melhoria do conforto térmico local e, também, com a recuperação da fauna nessas áreas. Além disso, há uma economia considerável de recursos aos cofres públicos, uma vez que, se contratados no mercado, os plantios executados pelas ações conjuntas com o Exército Brasileiro demandariam desembolsos de cerca de R$ 250 mil reais”, comenta Wanderson Marinho.

 

Homenagem

Em 2019, a Prefeitura de Belo Horizonte e a equipe do Projeto Montes Verdes foram homenageadas durante formatura na 4ª Região Militar, em função da iniciativa e dos benefícios dela decorrentes, considerados relevantes pelo Exército Brasileiro.

O secretário Mário Werneck ressalta que as ações conjuntas entre a Prefeitura da capital e o Exército para o plantio de mudas de espécies nativas vem de encontro, tanto com a necessidade de otimização dos recursos financeiros, quanto com a ampliação dos trabalhos de revegetação na cidade.

"O modelo de trabalho desenvolvido entre a Secretaria de Meio Ambiente e o Exército Brasileiro por meio do Projeto Montes Verdes servirá de referência para viabilizar futuras ações conjuntas com outros órgãos públicos", finaliza o Secretário.    

 

Projeto Montes Verdes

O Projeto Montes Verdes é um programa de indução à recuperação e revegetação de áreas degradadas em Belo Horizonte e tem por objetivo identificar, catalogar, caracterizar e propor planos de revegetação de áreas degradadas da capital mineira. Apenas em 2019, o projeto contabilizou o plantio de quase 6 mil mudas.

 

 

Fonte: Site oficial PBH