O nome de Walt Disney se tornou uma identidade para as animações. O americano construiu um império sobre uma estrutura de fantasias. Essa artimanha mudou a história do cinema que foi seduzido, também, pelos desenhos. O Cinematógrafo, da Rede Minas, dedica um programa para falar sobre o empreendedor americano, nesta sexta (26).

O programa mostra a trajetória de Disney contada por quem entende do assunto: o professor da UFMG Antônio Fialho, que também participou de produções de animação nacionais e internacionais. Para ele, Disney “é um artista autodidata que fica fascinado com a possibilidade de ver o desenho em movimento e disso entreter milhões de pessoas". Na atração, revela curiosidades sobre os métodos inovadores que resultaram a criação do desenho com som e o Oscar pelo primeiro longa-metragem de animação em cores.

O Cinematógrafo traz, ainda, entrevista com Camila Pitanga e Antônio Pitanga. A família que fez da telona um trabalho conta sobre a relação que criaram com o cinema e relembram títulos que foram importantes para a carreira.

Para quem quer aproveitar o isolamento devido à pandemia do novo coronavírus, o apresentador Fernando Tibúrcio dá dicas de filmes. No quadro Drops desta semana, ele fala sobre Tangerina, de Sean Baker. Lançado em 2015, o filme teve todas as cenas gravadas pela câmera do celular. O resultado foi a premiação no Festival Sundance de Cinema.

Essas são algumas das novidades do Cinematógrafo que vai ao ar nesta sexta (26), às 20h30, pela Rede Minas.