A cidade de Moeda, com cerca de cinco mil habitantes, já é conhecida pela exuberante natureza. Entretanto, a história e a vida que corre sobre os trilhos convidam as pessoas a conhecer mais o município. A curiosidade já começa no início da formação do povoado, que abrigou a primeira fundição clandestina do país que produzia moedas falsas. No município, foi construída a estação da Estrada de Ferro Central do Brasil. Ali trabalharam diversos brasileiros e estrangeiros que deixaram suas identidades nos trens e fizeram de Moeda um lar. O programa Estações foi até o local e revela a beleza e as curiosidades da cidade e da plataforma desse trem que ainda faz parte da vida dos moradores.

O “Estações” promete uma viagem pela história e mostra a estação que passa por restauro para se transformar em um museu que vai abrigar a memória de Moeda e da estação. O programa traz o relato de moradores e aposentados que trabalhavam na ferrovia, que contam sobre o cotidiano na plataforma do prédio, inaugurado em 1919. Por lá passaram não só minério e passageiros, assim como cartas, queijos e outros produtos. A população usava a estrutura não só para o embarque e desembarque, mas fazia daquele casarão um local para a vida social do município.

O programa “Estações”, da Rede Minas, vai ao ar nesta terça (03/12), às 20h30. O episódio sobre Moeda e a estação ferroviária faz parte do especial sobre o Ramal Paraopeba, da Estrada de Ferro Central do Brasil. O “Estações” também pode ser visto, no mesmo horário, no site da Rede Minas: redeminas.tv.

SITE DA REDE MINAS TRAZ PÁGINA COM NOVIDADES DO PROGRAMA

A Rede Minas criou uma página, no site da emissora, onde o público pode embarcar nessa viagem. A cada episódio exibido na TV, mais informações e curiosidades na Internet. Basta acessar redeminas.tv/estacoesparaopeba.