Parceiros nos projetos Audio For Singers e Canções Para Abreviar Distâncias, Isabella Bretz e Rodrigo Lana se unem novamente no single “De onde vem a canção”. A cantora e o pianista trazem uma nova interpretação para a composição de Lenine, já disponível nas principais plataformas de streaming e que chega também com um vídeo, assinado pela própria Isabella.

Assista a “De onde vem a canção”: https://youtu.be/sOgAalukatw

Ouça “De onde vem a canção”: https://smarturl.it/DeOndeVemACancao

Como nasce uma música e pra onde ela vai depois que acaba? Para onde se propagam as ondas sonoras? Essas indagações norteiam a música de Lenine, canção com a qual os artistas têm forte ligação afetiva. A composição fala sobre duas coisas diferentes que muitas vezes se entrelaçam como uma só; e que são dois dos principais elos entre Isabella e Rodrigo: a música e o áudio.

Ela, cantora, compositora e produtora cultural; ele, pianista e produtor musical. Começaram a desenvolver projetos juntos em 2016, até que a afinidade transbordou para além da música e iniciaram uma parceria de vida. Além de produzir discos, shows e singles, Isabella e Rodrigo escreveram juntos o livro “Conhecimentos de Áudio para Cantores”, até então inédito no mercado. A obra tem ensinado a muitos artistas aspectos importantes para o desenvolvimento de suas carreiras. Além do site (http://audioforsingers.com), o projeto tem uma página no Instagram (https://www.instagram.com/audioforsingers/), um canal no YouTube (http://youtube.com/audioforsingers), oficinas e masterclasses presenciais.

A gravação do single aconteceu no fim de 2019 e a proposta da dupla foi desenvolver um arranjo completamente digital, com exceção da voz. Cada um dos vários timbres presentes foi construído ou ajustado por Rodrigo para fazer parte desse quebra-cabeça. A mixagem foi feita para que o ouvinte tivesse a sensação de entrar num universo de sons, mágico, como se pudesse perseguir essas ondas até tocá-las. Isabella trouxe ideias para a forma da música e vozes que pudessem conduzir para o destino que planejaram.

O resultado foi uma canção que, sem perder a sua doce simplicidade, pode tirar as pessoas um pouco da realidade, mesmo que por um breve momento. Para fechar o time, a masterização ficou por conta de Kiko Klaus, que coleciona trabalhos variados para grandes artistas do Brasil e exterior. “O foco estava no processo, nos propusemos a fazer um estudo que envolvia microfones diferentes, sons virtuais, um novo arranjo, recursos de mixagem e várias outras coisas”, relembra a cantora.

O videoclipe é uma viagem no tempo. Apresenta o surgimento de tecnologias que foram precursoras do que é utilizado hoje para ouvir e compartilhar música, assim como aspectos do ofício do músico. “Esse processo me levou pelo universo do rádio, dos shows, das gravações de orquestras, dos vinis... Foi difícil escolher, porque a música é curtinha e eu havia separado muito material. Mas no fim a montagem deu certo e é interessante ver essas cenas ressignificadas no vídeo. Adoramos o resultado, principalmente por ele se contrapor à tecnologia usada na gravação e por apresentar visualmente o que está por trás da música”, avalia Isabella, que assina a edição do vídeo.

A dupla lançará um outro vídeo no qual apresentará mais detalhes sobre o processo de gravação, escolhas estéticas e técnicas que foram fundamentais nessa construção digital. É uma forma de detalhar a produção para interessados na área e prosseguir com seu projeto de compartilhamento de conteúdo educacional sobre música e áudio, de forma leve e acessível.

“Dedico esse trabalho a tantos profissionais da música e da cultura de forma geral, que muitas vezes são desvalorizados em nossa sociedade. É um ofício maravilhoso, necessário e que demanda esforço, estudo, dedicação e investimento como qualquer outro; que movimenta a economia, gera empregos e renda, preenchendo as almas de quem faz e de quem recebe”, conclui Isabella.

“De onde vem a canção” está disponível nas plataformas digitais. Para conhecer melhor o trabalho dos artistas, visite @bellabretz e @rodrigolanapiano no Instagram ou seus websites, isabellabretz.com e rodrigolana.com.br. Para mais informações sobre o livro, visite audioforsingers.com

 

 Assista a “De onde vem a canção”: https://youtu.be/sOgAalukatw

Ouça “De onde vem a canção”: https://smarturl.it/DeOndeVemACancao

 

 

Ficha técnica

Música: Lenine
Voz, arranjo de voz: Isabella Bretz
Produção musical, arranjo, instrumentos virtuais e mixagem: Rodrigo Lana
Master: Kiko Klaus
Produção executiva: Isabella Bretz
Distribuição: Tratore
Vídeo: Isabella Bretz

 

 

 

 

Letra

 

De onde?
De onde vem?
De onde vem a canção?
Quando do céu despenca
Quando já nasce pronta
Quando o vento é que inventa
De onde vem a canção?
De onde?
De onde vem?
De onde vem a canção?
Quando se materializa
No instante que se encanta
Do nada se concretiza
De onde vem a canção?
Pra onde vai a canção
Quando finda a melodia?
Onde a onda se propaga?
Em que espectro irradia?
Pra onde ela vai quando tudo silencia?
Depois do som consumado
Onde ela existiria?
De onde?
De onde vem?
De onde vem a canção?
De onde?
De onde vem?
De onde vem a canção?
De onde?
De onde vem?
De onde vem a canção?

 

Fonte: buildupmedia