Há muitas maneiras de trabalhar online e uma das formas mais eficazes é aprendendo como montar uma loja virtual.

Os sites de compras oferecem uma série de alternativas para os consumidores, e também é vantajoso para o empreendedor que quer investir em um negócio próprio.

O comércio eletrônico tem crescido de forma significativa no Brasil, empresários dos mais diferentes setores entendem que o público em geral está conectado e oferecer produtos para compras online é a melhor forma de chegar até os consumidores.

O e-commerce no Brasil vinha crescendo lentamente até que a pandemia do novo coronavírus obrigou as empresas a se digitalizarem.

Além disso, os consumidores passaram a comprar mais pela internet. Segundo dados do índice MCC-ENET - desenvolvido pelo Comitê de Métricas da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (camara-e.net), em parceria com o Movimento Compre & Confie - as vendas online do mês de junho cresceram 110,52% em comparação a junho do ano passado.

Se você pretende investir no setor é preciso aprender como montar loja virtual, fazer um plano de negócio e colocar o site no ar pensando em todos os detalhes.

 

Como montar uma loja virtual - Passo a passo

Como todo negócio, aprender como montar uma loja virtual exige estudo de mercado e principalmente a decisão de um produto que seja bem aceito pelo público.

Confira quais são os primeiros passos para quem deseja montar uma loja virtual segundo o SEBRAE:

  • Escolher o nicho de mercado que será atendido;

  • Pesquisar se a concorrência possui canal de vendas online;

  • Saber o que o cliente deseja e se utiliza a internet como ferramenta de compra;

  • Definir o tipo de produto que será comercializado;

  • Conhecer os aspectos legais dos itens que serão vendidos;

  • Analisar os segmentos mais rentáveis no meio virtual;

  • Reduzir custos para ter um produto mais competitivo;

  • Disponibilizar uma entrega ao consumidor segura e rápida.

 

Após pesquisar e definir o produto e como ele será entregue (por transportadora, motoboy, Correios e etc), é preciso pensar nos dados tecnológicos da sua loja virtual.

Essa fase é igualmente importante, pois é aí que o investimento será realizado.

Algumas empresas optam por utilizar plataformas de e-commerce como o iLuria, Mercado Shop, Loja Integrada, Elo7, entre outras que oferecem formas mais rápidas de como montar uma loja virtual. 

“Encontramos muitas plataformas com planos gratuitos que são interessantes para quem quer iniciar com baixo investimento”, diz a jornalista Leiliane Lopes, responsável pela All Conteúdo, uma agência de conteúdo focada em pequenos negócios.

“Outra forma de iniciar com baixo investimento é habilitando a função shopping do Instagram. Mas para isso, é preciso ter seus produtos cadastrados em um site”, completa a jornalista.

Se você não tem pressa e está disposto a investir no seu negócio, a opção mais interessante e  também a mais indicada é ter o seu próprio site. Para isso é preciso comprar um domínio, uma hospedagem e até mesmo contratar um webdesigner para configurar a loja virtual.

Mas não se esqueça das partes burocráticas do negócio que são a formalização da empresa, emissão de notas fiscais, entre outros controles de produtos. Quem tem interesse mesmo no setor pode contar com o apoio do SEBRAE para tirar todas as suas dúvidas. 

Divulgação de Loja Virtual

Depois de tudo pronto e com a loja no ar é preciso pensar em uma etapa muito importante que muita gente não pensa quando planeja como montar uma loja virtual: a divulgação.

Diante de tantas opções de compras online, se destaca no mercado as que são mais divulgadas e para isso é preciso aprender a utilizar algumas ferramentas interessantes para a divulgação de lojas virtuais.

Uma delas são os anúncios no Google através dos links patrocinados. Escolhendo as palavras certas, sua empresa pode aparecer nos links patrocinados sempre que alguém procurar pelo seu produto.

Outra forma de divulgar sua loja virtual é utilizando as redes sociais. Mantenha um perfil na rede social onde o seu público estiver. Uma empresa especializada em gestão de redes sociais poderá te ajudar nessa tarefa.

“Muitos empresários não conseguem entender a dinâmica das redes sociais e postam fotos sem uma estratégia. Aqui na All Conteúdo pensamos com a cabeça do cliente, é a melhor forma de montar um cronograma de postagens e conquistar seguidores que compram”, revela Leiliane.

A All Conteúdo entende a importância de aumentar o alcance dos pequenos negócios e por isso trabalha focado em microempresários, profissionais que não conseguem atualizar suas redes com frequência e precisam de apoio na comunicação digital de seus negócios.

“As redes sociais são ferramentas ótimas para alavancar as vendas, mas sem estratégia o empreendedor não consegue fazer isso sozinho. Por isso criamos um plano perfeito de gestão de redes sociais para quem precisa manter as redes sociais atualizadas, mas não tem tempo para mantê-las”, completa a jornalista responsável pela agência.

E não podemos nos esquecer dos blogs corporativos, espaços que falam não apenas dos seus produtos, mas também sobre assuntos relacionados a ele que podem ser importantes para o seu público alvo. 

“Os blogs corporativos devem fazer parte da estratégia de comunicação de qualquer empresa, pois eles atraem um público interessado no seu produto ou serviço e esses leitores podem se tornar clientes fiéis”, ensina Leiliane Lopes.

Entre as formas de divulgação não vamos esquecer da melhor e mais eficaz forma de divulgação: o boca a boca. Avise seus amigos e parentes que você criou uma loja virtual e peça para que eles também divulguem seu negócio junto aos seus conhecidos. É assim que uma boa notícia se espalha.

 

 

 

Fonte: All Conteudo