O projeto Pampulha Território Museus inaugurou a mostra digital “Casas da Pampulha”, que reúne uma coletânea de imagens sobre a paisagem, a composição e a ocupação da Pampulha a partir do olhar de seus moradores. São 49 registros fotográficos encaminhados pelos participantes do projeto “Percurso Fotográfico Casas da Pampulha”, durante o segundo semestre de 2021, e que retratam parte da arquitetura residencial da região, formada por 58 bairros em um raio de 47 quilômetros quadrados. Os registros podem ser conferidos no site pampulhaterritoriomuseus.com.br.

“A exposição ‘Casas da Pampulha’ é o resultado de um convite para evidenciar as maneiras possíveis de se habitar um território tão instigante e diverso como a região da Pampulha. Cada participante elegeu lugares de afeto, memória, história e manifestação dos modos de morar na região reforçado o quanto a ideia de casa e de habitar pode ser múltipla, diversa e desafiadora e se transformar ao longo do tempo”, explica a diretora de Museus da Fundação Municipal de Cultura, Janaina Melo.

A ação, que integra a programação cultural do Museu Casa Kubitschek, foi uma parceria com o projeto “Quanto tempo dura um bairro” e teve como objetivo incentivar a observação para  a composição urbanística da região por meio de registros fotográficos da diversidade e da pluralidade arquitetônica residencial da Pampulha. As imagens selecionadas criam uma imersão no território com abordagens diversas sobre o espaço urbanístico da Pampulha e sua ocupação, organizadas nesta mostra em quatro percursos:  o estético, o histórico, o social e o afetivo, produzindo uma cartografia coletiva. Alguns participantes resgataram também memórias afetivas, lembranças familiares, marcos da infância e a relação com o seu bairro.

SOBRE O PAMPULHA TERRITÓRIO MUSEUS

O projeto “Pampulha Território Museus” é uma realização da Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e da Fundação Municipal de Cultura, e do Instituto Periférico. Desenvolve, desde dezembro de 2020, diversas ações visando à promoção e à ampliação das políticas de patrimônio e memória e o fortalecimento da cultura e do turismo na Pampulha. O projeto executa ações e projetos com as unidades museais presentes na paisagem cultural do Conjunto Moderno da Pampulha - o Museu de Arte da Pampulha e a Casa do Baile - Centro de Referência de Arquitetura, Urbanismo e Design, reconhecidos pela Unesco como Patrimônio Cultural da Humanidade, e o Museu Casa Kubitschek, importante ícone da arquitetura residencial modernista. A parceria entre o Instituto Periférico, OSC selecionada por meio de edital, e a Fundação Municipal de Cultura, prevê, até junho de 2022, uma programação cultural inovadora. São três exposições, 25 atividades culturais, 56 atividades educativas, três publicações e muitas outras ações.

SERVIÇOS

Mostra digital “Expedição Casas da Pampulha”

Local: pampulhaterritoriomuseus.com.br

 

 

Fonte: Luciana Praxedes | Gestão de Conteúdo de Comunicação