Com o objetivo de promover e estimular a regionalização da produção cultural e artística brasileira, por meio da valorização de recursos humanos  e conteúdos locais, o coletivo cultural “Música na Árvore” realiza mais uma etapa do projeto “Música na Árvore Instrumental- Solar Festival”, gratuito, em Belo Horizonte (MG),  no dia 7 de agosto (domingo).  

 A ideia, destaca o diretor artístico, João Vianna, é oferecer ao público um   amplo painel da música instrumental nacional.

Na edição do dia 7 de agosto, o “Música na Árvore Instrumental – Solar Festival”, ocorrerá dentro do Circuito Criativo Mineiridade, Arte, Cultura e Gastronomia, que será inaugurado no Tradicional Mercado Distrital de Santa Tereza. Neste dia, o festival contará com apresentações da Charanga Pop, Chico Amaral, Will Motta e Latinamérica.

SUSTENTABILIDADE - O evento é destinado a todos os públicos, com  cuidados especiais em relação às pessoas com deficiência e idosos. O que se busca também é promover atividades culturais de estilos de vida saudáveis, voltadas às práticas sustentáveis, por meio, por exemplo, do incentivo à adoção de hábitos como a coleta seletiva de resíduos e a reciclagem.

Um dos diferenciais é que toda a matriz energética do “Música na Árvore Instrumental”  é solar. A geração de energia para os equipamentos de som vem de uma estação solar construída em cima de uma van, projeto desenvolvido pela Universidade de Brasília (UnB), por meio de contrato com a empresa Júnior Matriz Engenharia de Energia.

Idealizado por um Coletivo de artistas brasilienses, esse projeto teve várias edições realizadas na capital do país, em Belo Horizonte e na Suíça. Com o formato atual, busca fontes de energia renováveis e conceito de sustentabilidade.

 “Mobilizando o nosso habitual público: jovens e adultos frequentadores de praças e parques públicos pretendemos ser referência na gestão e manejo de resíduos em eventos culturais”, completa o diretor artístico, João Vianna.

O projeto é executado por meio de recursos da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, com patrocínio da CEMIG, realização da Muzak Promoções e Eventos e apoio da GSL Metalúrgica.

SERVIÇO:

Música na Árvore Instrumental – Solar Festival

BELO HORIZONTE – 07/08

Onde:  Circuito Criativo Mineiridade, Arte, Cultura e Gastronomia, que será inaugurado no Tradicional Mercado Distrital de Santa Tereza

·Show com Charanga Pop – 10h30

·Show com Chico Amaral e trio – 12h

·Show com Charanga Pop – 14h

·Show Will  Motta – 15h

·Show com Latinamérica – 17h

Atrações musicais:

 ·Charanga Pop

João Vianna, músico que dividiu palco com Skank, Lulu Santos, Pepeu Gomes, dentre outros, e seu trompete, lideram este grupo que mistura música pop de todos os tempos com ritmos brasileiros. O som dos metais, a força da percussão e o swing da guitarra fazem a galera vibrar. Como as bandas de jazz de New Orleans , como as charangas dos estádios de futebol,  o grupo circula, interage de perto com o público e sente a energia e pulsação das pessoas para ditar o ritmo.

·Will Motta

Contando com experiências junto ao grupo Lombinho com Cachaça, Fernando Ângelo, Hocus Pocus, o músico vem se apresentando com artistas renomados como Beto Guedes, Tadeu Franco, Paulinho Pedra Azul, Nepal, Código B, Bauxita, Play, dentre outros. Em seu trabalho atual, Will se apresenta com Neo Andrade (baixo) e Robinho Batera (bateria), executando repertório instrumental variado de músicas nacionais e internacionais, caminhando do pop ao baião, passando pelo samba e bossa nova.

·Chico Amaral

Chico pertence a uma geração de músicos que está entre o Clube da Esquina e a nova música feita em Minas. Ele circula com facilidade em meio à música instrumental mais densa, à música pop e à MPB. Esta característica encontra- se na sua maneira mais aberta de tocar e de se relacionar com públicos diferentes.

A proposta de seu último cd Província almeja a divulgação para o público dessa nova música, feita com o senso de qualidade da música brasileira de sempre. Mais conhecido como letrista do Skank, Chico Amaral apresentará repertório instrumental dos autores Caetano Veloso, Dorival Caymmi, Tom Jobim, Sam Rivers, John Coltrane, dentre outros.

·Latinamérica

O renomado violonista espanhol Júlio Ramirez que teve passagens por Festivais Internacionais e tocou ao lado de Paco de Luccia , deu sua contribuição para fundar ao lado do músico João Vianna(trompete), que como produtor e idealizador convidou Luciano Soares (violão) , Arildo Nani (percussão) e Clayton Homem Baixo para um projeto musical que visa elaborar arranjos e releituras para temas da música brasileira e latino-americana explorando a sonoridade dos instrumentos de forma única e demonstrando o virtuosismo dos músicos. Neste show os músicos prestam homenagem a Júlio Ramirez.

FICHA TÉCNICA

Produzido por Robson Assis

Produção Executiva: André Trindade

Coordenador de Palco: Mauro Sater Direção Artística: João Vianna

Serviço: http://www.musicanaarvore.com.br

Insta:@instrumentalsolar

 

Fonte: Adriana Baumgratz