Desenhos que mostram histórias mirabolantes que prometem fascinar as crianças e, também, os adultos. As animações, assinadas pelo diretor mineiro Ramon Faria que, hoje vive e trabalha no mercado hollywoodiano, trazem mais que um enredo fantástico para a tela. Por trás das narrativas ousadas, técnicas que garantiram prêmios em todo o mundo. A Rede Minas sai na frente e exibe, pela primeira na TV aberta, diferentes títulos desse jovem mestre dos desenhos. A estreia é nesta sexta (15) e preenche os intervalos da programação da emissora diariamente.

Um dos destaques é “Fragile”. Para essa produção americana, Ramon uniu um grupo de profissionais de diferentes países, como Brasil, Estados Unidos, Venezuela e Índia. O desenho conquistou diversos prêmios, como AT&T, direto dos estúdios da Warner. “Fomos para lugares que eu nem imaginava, como o Iraque e o Irã”, diz o diretor. A animação foi feita com marionetes que ganharam vida no computador. No enredo, a história de um velhinho simpático e solitário que encontra em um robô uma grande amizade. A relação deles se torna mais que a facilidade que a máquina proporciona ao homem e mostra que ambos podem ajudar um ao outro.

A animação “Real Life” traz a tradicional dupla ‘príncipe e princesa’ com uma realidade às avessas contada nas fábulas. O desenho mostra um príncipe que salva a princesa e foram viver felizes para sempre, mas em casa. A rotina de qualquer casal se torna um desafio: cozinhar, limpar, trabalhar e envelhecer. A produção contou com olhar feminino de Camila Mezzetti, que também assina a direção com Ramon. A obra com uma pitada feminista rodou em diversos festivais. O resultado foram prêmios como ‘melhor história de amor’, no Visualis Film Festival, da Rússia, e também em países onde a sociedade ainda é vista como machista, como Tunísia, Marrocos, Jordânia e Turquia.

“A varinha mágica” tem seu enredo narrado, também, sob outro olhar. Na animação, um mágico aposentado que tem apenas uma fã. Essa garotinha resolve roubar a velha ferramenta de feitiços do seu ídolo. Como em um passe de mágica, isso faz com o que passado de coisas ruins desperte na consciência do homem que trabalhava com encantos. O trabalho de Ramon foi feito à mão, com o velho papel e lápis que ganharam vida na finalização, no computador, o que rendeu a premiação no Anim!Arte.

A máquina ganha mais uma vez vida na mão do diretor. Dessa vez, em “Servo”. O desenho traz a história de um robô que tem uma rotina pesada de trabalho. Ele resolve escapar para descobrir o outro lado da vida. A mudança pode não ser tão bela como imaginava. Embora garanta a diversão para a garotada, convida os adultos a uma reflexão profunda.

Um casal de velhinhos é protagonista em “A mesma velha história”. A narrativa traz o cotidiano dos dois que muda quando o rádio toca uma canção antiga. O passado retorna forte com a melodia e provoca uma mudança nos sentimentos do casal. O desenho rodou por festivais nacionais e internacionais de animação e filmes e foi premiado no Anim!Arte.

A animação “Cuca no mundo da música” mostra o universo das canções para ilustrar que a união faz a força. A protagonista, que é uma baratinha, vai para o mundo da música e enfrenta uma disputa de instrumentos. A realidade competitiva pode mudar quando todos se unem e mostram que a coletividade se transforma em grande concerto. A origem dessa animação traz curiosidades. O projeto nasceu quando Ramon Faria trabalhava em um grande jornal mineiro e em uma emissora de TV de Belo Horizonte. Nas páginas, ele publicava tirinhas que inspiraram a criação do personagem e que ganhariam a tela da TV. O projeto não foi para o ar, mas se transformou em um curta.

Ramon Faria trabalhou no Brasil em veículos como a Globo e o jornal O Tempo. Deixou o país para um mestrado em Cinema na Full Sail University, na Flórida, e por lá ficou. Hoje é diretor de animação da Echo Bridge, nos Estados Unidos. Entre os trabalhos, animações, como Backstories, da HBO, e produções em clipes de cantores como a brasileira Iza e Howie D., do BackStreet Boys.

SERVIÇO:
Animações – exibição: a partir do dia 15/05, nos intervalos da programação da Rede Minas

Títulos:
“Fragile”
“Real Life”
“A varinha mágica”
“Servo”
“A mesma velha história”
“Cuca no mundo da música”
 

 

COMO SINTONIZAR:
A Rede Minas está no ar no canal 17 UHF ou 9.1 (HD) e 9.2 (SD); Net 20 e Net HD 520; Oi 09; One Seg (para celulares e portáteis) 9.3; além do site da emissora redeminas.tv e o aplicativo (redeminas.tv/aplicativoRedeMinas).

ACESSE AS REDES SOCIAIS:
www.redeminas.tv
facebook.com/redeminastv
instagram.com/redeminastv
twitter.com/redeminas
youtube.com/redeminas