Nesta quinta-feira (10), a Petrobras anunciou um novo aumento nos preços da gasolina, diesel e gás de cozinha. O aumento é válido para as distribuidoras e entra em vigor amanhã (11). 

A gasolina e o diesel não sofriam reajuste há cerca de dois meses, já o gás de cozinha não havia sofrido aumento deste outubro do ano passado.  

De acordo com a estatal, o valor médio de venda do litro da gasolina para as distribuidoras passará de R$ 3,25 para R$ 3,86, alta de 18,8%. O diesel passará de R$ 3,61 para R$ 4,51, alta de 24,9% e o gás de cozinha passará de R$ 3,86 para R$ 4,48 por quilo, um reajuste de 16%.  

Para o consumidor, a gasolina deve refletir um aumento de R$ 6,57 o litro para R$ 7,02, o diesel de R$ 5,60 para R$ 6,48 o litro e o gás de cozinha deve subir para R$ 58,21 nos botijões de 13kg. 

Por meio de nota a Petrobras informou que os valores "refletem parte da elevação dos patamares internacionais de preços de petróleo, impactados pela oferta limitada frente a demanda mundial por energia".