O Banco do Brasil (BB) foi selecionado para integrar um dos mais seletos grupos de empresas sustentáveis. As ações da Bolsa de Nova York farão parte do Índice Dow Jones de Sustentabilidade (DJSI), nas categorias mercado mundial e emergente. Criada em 1999, a carteira é composta por dez por cento das empresas com melhor desempenho em cada setor pesquisado.

Para ingressar no grupo, as empresas devem adotar as melhores práticas de mercado por meio de uma série de iniciativas, incluindo a concepção de produtos e serviços que contribuam para a transição para uma economia inclusiva e de baixo carbono. O indicador também avalia práticas administrativas ecologicamente eficientes e investimentos contínuos em melhorias.

Além do Banco do Brasil, 24 bancos em todo o mundo foram listados no DJSI, que é revisado a cada ano. Na avaliação 2020, o Banco do Brasil se destacou em sete dos 23 temas avaliados nas dimensões econômica, ambiental e social.

Em nota, o Banco do Brasil disse que a indicação para integrar o índice representa o reconhecimento do mercado internacional ao trabalho do Banco do Brasil e à iniciativa de incorporar o tema à sua estratégia corporativa, bem como às suas práticas empresariais e administrativas.

Neste ano, o Banco do Brasil inaugurou suas primeiras usinas de energia solar. O primeiro foi inaugurado em março, em Porteirinha, em Minas Gerais; a segunda no mês passado, em São Domingos do Araguaia, no estado do Pará.

 

 

 

Fonte: Agência Brasil