O Boletim Anual do Mapa de Empresas no Brasil, mostra um quadro bastante promissor, ainda que a nação esteja enfrentando, tenazmente, um momento de guerra contra um vírus devastador.

Os números impressionam e demonstram que o ano de 2020 foi o de melhor desempenho na última década, rompendo a barreira de 20 milhões de negócios abertos e ativos no país.

Um fator preponderante e que influenciou significativamente nessa marca rompida, foi o de desburocratizar e facilitar a abertura de novas empresas.

Enquanto o tempo médio para abertura de uma empresa, no mês de janeiro do ano de 2019, era de 5 dias e nove horas, hoje é de apenas dois dias e 13 horas.

Somente no ano de 2020, foram abertas mais 3.359.750 novas empresas, em um momento difícil e de pleno combate à pandemia de Covid-19, onde governos estaduais e municipais tomaram medidas drásticas de contenção de avanço de contaminação, expedindo decretos de fechamentos de comércios, por eles considerados como “não essenciais” e penalizando pequenos empresários com retenção de alvarás de funcionamento.

O tempo mínimo, para a abertura de novas empresas, tem incentivado novos empreendedores e investidores no Brasil.

Vejam a evolução do quadro no Mapa de Empresas resumido a seguir:

 

 

Fonte: Ministério da Economia/Governo Federal