Nesta segunda-feira (13), a mulher do jornalista britânico Dom Phillips, Alessandra Sampaio, informou que os corpos dele e do indigenista Bruno Pereira foram encontrados. A Polícia Federal ainda não confirmou a informação. 

A notícia foi divulgada pelo jornalista André Trigueiro, via Twitter. Dom e Bruno estão desaparecidos há mais de uma semana na Terra Indígena Vale do Javari, no Amazonas. 

“Alessandra voltou a fazer contato dizendo que recebeu há pouco ligação da PF informando que os corpos precisam ser periciados. A Embaixada Britânica já havia comunicado aos irmãos de Dom Phillips que eram os corpos do jornalista e do indigenista. Agora todos aguardam a perícia”, completou o jornalista.  

No domingo (12), os pertences das vítimas haviam sido encontrados pelo Corpo de Bombeiros por volta das 16 horas e encaminhados para a perícia em Manaus.  

Entenda o caso  

Bruno e Dom foram vistos pela última vez em 5 de junho na comunidade São Rafael. De lá, eles partiram rumo a Atalaia do Norte, viagem de aproximadamente duas horas, mas não chegaram ao destino. 

Bruno Pereira é indigenista e servidor federal licenciado da Funai. Ele também dava suporte a União dos Povos Indígenas do Vale do Javari,(Univaja) em alguns projetos e ações. 

Dom Phillips atua como correspondente no Brasil do jornal inglês The Guardian produzindo reportagens sobre a floresta amazônica.