Ração elaborada de acordo com o porte, raça e idade, hotelzinho e creche para deixar os animais enquanto os tutores trabalham. A paixão dos brasileiros por animais de estimação consolida um dos mercados que mais cresce no país: somente em 2019, o faturamento total do segmento veterinário foi de R$ 36 bilhões, segundo a Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet). E são muitos os campos de atuação dos profissionais da área, especialmente quando se fala no cuidado com a saúde, desde o atendimento clínico generalista às especialidades como dermatologia, neurologia e odontologia veterinária, além da atuação na indústria de produtos de origem animal, no campo e na fazenda, com os animais de grande porte.

Essa tendencia tem sido percebida pela alta procura por curso de graduação em Medicina Veterinária, uma formação que não se limita aos cuidados com animais domésticos. “Quem planeja ingressar em um curso de Medicina Veterinária, na maioria das vezes, se depara com a dúvida sobre as possibilidades que a profissão oferece. A verdade é que a graduação proporciona um índice elevado de empregabilidade, com oportunidades de atuação em ramos diversificados e altamente demandados como a indústria da produção animal”, destaca Marco Túlio Correa Barcelos, gerente da Una Sete Lagoas, instituição da Ânima Educação.

São inúmeras as chances que um aspirante a médico veterinário tem para trilhar uma carreira de sucesso. “Acabamos de incluir o curso em nosso portifólio, com nota máxima de autorização pelo MEC, muito com o foco na Empregabilidade, oferecendo uma grade curricular que permite ao aluno enxergar, de cara, o leque de opções à sua disposição. O objetivo é formar profissionais com ampla vivência em práticas clínicas, cirúrgicas, de saúde e produção animal durante o seu percurso formativo, para que cheguem ao mercado com experiência, conhecimento de técnicas modernas e inovadoras e com vivência em diferentes ambientes dentro do universo da profissão”, conclui.

Campo de atuação

Um campo com grande potencial, por exemplo, é o de análises clínicas, em que os profissionais ficam a maior parte do tempo nos laboratórios. Eles desenvolvem pesquisas, exames e laudos para auxiliar o corpo clínico na prevenção, detecção e medidas profiláticas importantes em patologias como leishmaniose, insuficiência renal, doença hepática, verminoses e leptospirose. Outras possibilidades da veterinária são o trabalho de reinserção de animais selvagens ao seu habitat, feito, normalmente, por ONGs que atuam em prol das causas ambientais. Há também o profissional que faz produção e inspeção de alimentos de origem animal e tratamento de animais de corte, leite, ovos e outros produtos como lã. “O Brasil é um dos maiores produtores mundiais de alimentos e produtos de origem animal e cada vez mais demanda por médicos veterinários que atuem nesse segmento”, diz Bruno Soares, diretor da Una Sete Lagoas, Médico Veterinário e pHD em Imunologia e Saúde Animal.

Condições especiais

 Os interessados em ingressar na Una Sete Lagoas e aproveitar as oportunidades que ela oferece, devem ficar atentos à semana da virada, entre 31 de janeiro e 5 de fevereiro.  Durante esse período, a matrícula de transferência e nova graduação, seja para Medicina Veterinária ou para qualquer outro curso do portfólio, sai a 99 reais (*Una Facilita, consultar condições no ato da matrícula) com bolsa para transferência de 40% durante todo o curso. *Consulte condições em: https://www.una.br/transferencia/  

 

 

Fonte: Rede Comunicação de Resultado - Fernanda Texeira