Na noite de ontem (29), o Brasil recebeu no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, o primeiro lote de vacinas Pfizer. O imunizante foi produzido pela farmacêutica americana Pfizer e o laboratório alemão BioNtech.  

O primeiro lote contém 1 milhão de doses e equivale a 1% das 100 milhões de doses que as empresas deverão entregar até setembro ao Brasil. As vacinas recebidas até o momento imunizam o total de 500 mil brasileiros. 

De acordo com o Ministério da Saúde, a carga será armazenada em 16 ultracongeladores com temperatura em torno de –85C. Os frascos serão entregues em temperaturas entre -25ºC e -15ºC, e podem ficar em conservação apenas durante 14 dias. Na rede de frio, devem ficar armazenados entre 2ºC e 8ºC e o prazo para aplicação é de cinco dias. 

Estiveram no aeroporto para receber as vacinas os ministros da saúde, Marcelo Queiroga, das Relações Exteriores, Carlos França, e o das Comunicações, Fábio Faria. 

As vacinas já são aprovadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), em podem ser aplicadas na população maior de 16 anos. Além disso, a Pfizer apresentou eficácia de 95% e já é utilizada em outros países.