“Hoje tem festa junina? Tem sim, senhor”! Quando chega o mês de junho, não tem como não lembrar dos arraiais, da comida típica, da dança, das bandeirinhas e da camisa quadriculada. As festas juninas são uma tradição cultural em praticamente todas as regiões do Brasil e têm, em comum, um alimento protagonista: o milho, presente em diversos pratos como a pamonha, a canjica, a pipoca e tantas outras delícias dessa época. 

As evidências científicas apontam que o cereal começou a ser cultivado entre 7500 e 12000 anos atrás, na região onde hoje está localizado o México. Com o passar dos anos, o alimento foi trazido para a América do Sul, onde foi descoberto pelos europeus a partir da colonização do continente, se espalhando pelo globo terrestre. 

Atualmente, o milho é produzido em diversas regiões do planeta. O Brasil é o terceiro maior produtor mundial, com 64 milhões de toneladas anuais, atrás apenas dos Estados Unidos (em 1º, com 384 milhões de toneladas) e da China (em segundo, com 231 milhões de toneladas). O milho é uma commodity, ou seja, uma matéria prima usada pela indústria para criação de diversos produtos industrializados, como ração para animais, xaropes e álcool.  

Como alimento, o milho se destaca por ter um valor acessível e pela versatilidade de seu uso em receitas, sendo rico em carboidratos, proteínas, gorduras, fibras, vitaminas do complexo B, além de minerais como cálcio, ferro, magnésio, fósforo, potássio, zinco, manganês e selênio, e antioxidantes como carotenoides e a vitamina E.

“Sua versatilidade se deve, principalmente, à possibilidade de ser usado para a alimentação animal, alimentação humana (ocupando o terceiro lugar como alimento básico, depois do trigo e do arroz), e para outros fins industriais. Além disso, sua característica química e nutricional possibilita o preparo de receitas doces e salgadas, sem perder o seu sabor característico, explica Wagner dos Reis, professor e coordenador do curso de Nutrição da Faculdade Pitágoras.  

 A seguir, o especialista lista alguns dos muitos benefícios do milho para a saúde. 

 Rico em nutrientes: o milho contém diversas vitaminas do complexo B, como tiamina, riboflavina, niacina, ácido pantotênico, piridoxina e folato, essenciais para o metabolismo energético e para o bom funcionamento do sistema nervoso, além de magnésio, um mineral indispensável para as principais reações químicas do organismo, e outros minerais importantes para as principais vias antioxidantes, como zinco, manganês e selênio.   

Rico em carotenoides: substâncias responsáveis pela pigmentação dos grãos de milho, são muito importantes para a alimentação humana. O betacaroteno, a luteína e zeaxantina pertencem a esse grupo e auxiliam na proteção da visão e da pele humana contra os raios ultravioletas, prevenindo a degeneração ocular, a catarata e o envelhecimento celular. 

Rico em fibras: por sofrer menos processos de refino (o que acontece com outros cereais como o arroz e o trigo), o milho conserva propriedades, principalmente na casca, sendo rico em fibras, o que ajuda o bom funcionamento do trato intestinal. Além disso, as fibras também ajudam a controlar os níveis de açúcar no sangue e o colesterol. 

Fonte de energia: por possuir carboidratos complexos, ajuda na produção de energia para o organismo. 

Reis pontua que usado em uma alimentação equilibrada, o milho é um grande aliado, mas é preciso moderação. “Por ser um alimento energético, a melhor forma de consumo é cozido, em substituição a alimentos fontes de carboidratos como arroz e produtos derivados do trigo, como guarnição ou em saladas, evitando o excesso de consumo de preparações doces ou mais calóricas a base de milho. Não existe uma porção ideal, pois como é um tipo de cereal, fonte de carboidratos, precisa ser inserido na alimentação em equilíbrio com alimentos fontes de proteínas e gorduras, de acordo com a necessidade de cada pessoa”, explica o docente.

Por isso, a importância da adequação alimentar feita por um nutricionista. Por exemplo, duas colheres de servir de grãos de milho cozidos (80g) possui aproximadamente 60 kcal, o equivalente a uma fatia de pão integral (25g) ou a duas colheres de arroz integral cozido (80g). Ainda, o professor diz que o ideal é adquirir o milho in natura para o preparo e posterior consumo, no entanto, existem no mercado boas opções de marcas de milho verde enlatado, sem conservantes e cozidos no vapor.

“Considerando o consumo saudável de preparações a base de milho, a pipoca é uma boa opção para ser inserida no plano alimentar, pois oferecerá fibras alimentares, que gera saciedade e pode contribuir com um bom funcionamento intestinal. Porém, deve-se evitar as pipocas de micro-ondas industrializadas. Escolha um preparo caseiro, sem adição de excesso de gorduras e sal, e coma com moderação, afinal todo alimento em grandes quantidades pode se tornar prejudicial à saúde”, finaliza o especialista. 

Sobre a Faculdade Pitágoras 

Fundada em 2000, a Faculdade Pitágoras já transformou a vida de mais de um milhão de alunos, oferecendo educação de qualidade e conteúdo compatível com o mercado de trabalho em seus cursos de graduação, pós-graduação, extensão e ensino técnico, presenciais ou a distância.   

Presente nos estados de Minas Gerais, Maranhão, Goiás, Ceará, Pará, Piauí, Paraíba, Pernambuco, Acre, Alagoas, Bahia, Espírito Santo, Paraná e São Paulo, a Faculdade Pitágoras presta inúmeros serviços à população por meio das Clínicas-Escola na área de Saúde e Núcleos de Práticas Jurídicas, locais em que os acadêmicos desenvolvem os estudos práticos. Focada na excelência da integração entre ensino, pesquisa e extensão, a Faculdade Pitágoras oferece formação de qualidade e tem em seu DNA a preocupação em compartilhar o conhecimento com a sociedade também por meio de projetos e ações sociais.   

A Faculdade Pitágoras nasceu herdando a tradição e o ensino de qualidade oferecido pelo Colégio Pitágoras, fundado em 1966, que também deu origem ao grupo Kroton. Para mais informações, acesse o site.    

Sobre a Kroton

A Kroton nasceu com a missão de transformar a vida das pessoas por meio da educação, compartilhando o conhecimento que forma cidadãos e gera oportunidades no mercado de trabalho. Parte da holding Cogna Educação, uma companhia brasileira de capital aberto dentre as principais organizações educacionais do mundo, a Kroton leva educação de qualidade a mais de 1 milhão de estudantes do ensino superior em todo o País. Presente em 1.672 municípios, a instituição conta com 124 unidades próprias, sob as marcas Anhanguera, Pitágoras, Unic, Uniderp, Unime e Unopar e é, há mais de 20 anos, pioneira no ensino à distância no Brasil. A Kroton possui a maior operação de polos de EAD no país, com 2.517 unidades, e oferece no ambiente digital 100% dos cursos existentes na modalidade presencial. Com a transmissão de mais de 1.000 horas de aulas a cada mês em ambientes virtuais, a Kroton trabalha para oferecer sempre a melhor experiência aos alunos, apoiando sua jornada de formação profissional para que possam alcançar seus objetivos e sonhos. Para mais informações acesse o site.

 

Fonte: Ideal H+K Strategies